UNICEF reúne celebridades para alertar sobre a importância da vacinação infantil durante a pandemia

  • Nesta Semana Mundial da Imunização, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) faz um alerta sobre a importância da vacinação infantil no Brasil. Em queda desde antes da pandemia, a vacinação é essencial para proteger crianças de doenças como sarampo, rubéola e poliomielite.
  • Para conscientizar a população, o UNICEF reuniu seus embaixadores no Brasil – Bruno Gagliasso, Daniela Mercury, Lázaro Ramos, Renato Aragão e Thaynara OG –, além da atriz e apresentadora Maísa Silva e de Mauricio de Sousa, pai da personagem e embaixadora do UNICEF Mônica, em uma grande mobilização via redes sociais.
  • Ao longo da semana, os artistas levarão a mensagem sobre a importância da vacinação infantil de rotina, especialmente durante a pandemia, aos seus fãs e seguidores nas redes sociais. Acompanhe nas redes oficiais deles e do UNICEF.
Mauricio de Sousa e outros embaixadores do UNICEF gravaram vídeos sobre a importância da vacinação infantil.
Mauricio de Sousa e outros embaixadores do UNICEF gravaram vídeos sobre a importância da vacinação infantil.

Nesta Semana Mundial da Imunização, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) faz um alerta sobre a importância da vacinação infantil no Brasil. Em queda desde antes da pandemia, a vacinação é essencial para proteger crianças de doenças como sarampo, rubéola e poliomielite. Para conscientizar a população, o UNICEF reuniu seus embaixadores no Brasil – Bruno Gagliasso, Daniela Mercury, Lázaro Ramos, Renato Aragão e Thaynara OG –, além da atriz e apresentadora Maísa Silva e de Mauricio de Sousa, pai da personagem e embaixadora do UNICEF Mônica, em uma grande mobilização via redes sociais.

Ao longo da semana, os artistas levarão a mensagem sobre a importância da vacinação infantil de rotina, especialmente durante a pandemia, aos seus fãs e seguidores nas redes sociais. Acompanhe nas redes oficiais deles e do UNICEF.

"Durante a pandemia, muitas famílias deixaram de levar seus filhos e suas filhas para a vacinação de rotina. Nessa etapa da vida, meninas e meninos recebem imunização contra, pelo menos, 17 doenças. Apenas em 2020, mais de 8 mil casos de sarampo foram registrados no Brasil. Com as baixas coberturas, o sarampo voltou. E, se o sarampo voltou, outras podem voltar. Vacine suas crianças durante a pandemia!", alertou a médica e chefe de Saúde e Desenvolvimento Infantil do UNICEF no Brasil, Cristina Albuquerque.

Em todo o mundo, anualmente, 14 milhões de bebês e crianças não recebem vacinas contra doenças evitáveis, com muitos vivendo em locais rurais remotos, zonas de conflito ou favelas, e sem acesso a outros serviços de saúde essenciais. No ano passado, a pandemia da COVID-19 tornou essa situação ainda mais terrível, na medida em que bloqueios relacionados à pandemia e interrupções no fornecimento ameaçam um aumento devastador nas mortes evitáveis de crianças.

No Brasil, o último caso de pólio que o país registrou ocorreu em 1989. Depois disso, a doença foi erradicada, o que só foi possível por conta da vacinação em massa de todas as crianças menores de 5 anos. Mas o vírus ainda circula em outros países, e a imunização segue sendo necessária para evitar o risco de reintrodução do vírus no Brasil. Em 2015, a taxa de vacinação para prevenção da poliomielite era de 98,29% e, em 2019, a cobertura chegou a 84%.

No caso do sarampo, o Brasil havia recebido, em 2016, o certificado da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) de erradicação da doença. Mas ela voltou em 2018 e o país perdeu a certificação. Em 2020, mais de 8.400 casos foram registrados no Brasil. A vacina tríplice viral, que previne a doença, e também a caxumba e a rubéola, tinha uma cobertura de imunização de 96% em 2015 e caiu para cerca de 86% em 2017. Em 2019, o número voltou a subir, mas sem alcançar o patamar de 2015, e chegou a 93%.

A cobertura da vacinação da tríplice bacteriana, que cobre as doenças de difteria, tétano e coqueluche, também sofreu uma redução: era de 85% em 2015 e chegou a 57% em 2019.

Semana Mundial de Imunização 

Celebrada todos os anos na última semana de abril, tem como objetivo promover o uso de vacinas para proteger pessoas de todas as idades contra doenças. Usando o tema "Vacinas nos aproximam", a Semana Mundial de Imunização 2021 vai estimular um maior envolvimento global em torno da imunização para promover a importância da vacinação em aproximar as pessoas e melhorar a saúde e o bem-estar de todos, em todos os lugares, ao longo da vida.

Os vídeos com os embaixadores e apoiadores do UNICEF no Brasil serão compartilhados no FacebookInstagramTwitter e TikTok da organização durante esta Semana Mundial de Imunização. Essa ação faz parte de uma ação global que reunirá, entre outros, o ex-jogador de futebol David Beckham, o ator Orlando Bloom, a cantora Angelique Kidjo, o jogador da NBA Jeremy Lin e as atrizes Sofia Carson, Olivia Colman e Alyssa Milano.

Contatos para a imprensa

  • Elisa Meirelles Reis / Oficial de Comunicação UNICEF Brasil / Telefone: (61) 3035 1979 / Telefone: (61) 98166 1649 / E-mail: ereis@unicef.org
  • Ester Correa Coelho / Oficial de Comunicação UNICEF Brasil / Telefone: (61) 3035 1973
Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNICEF
Fundo das Nações Unidas para a Infância