Notícias

Escritório de projetos da ONU inicia ações para reformar hospitais em Rondônia

01 julho 2022

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) está apoiando o governo de Rondônia na conclusão das obras de dois hospitais do estado: o de Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, e o Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), localizado na capital, Porto Velho.

A agência da ONU acaba de contratar duas empresas que estão fazendo o estudo das atuais instalações, para posterior elaboração de projetos de infraestrutura.

imagem de corredor de hospital
Legenda: O UNOPS apoia a Secretaria de Saúde de Rondônia desde 2020
Foto: © UNOPS

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) está apoiando o governo de Rondônia na conclusão das obras de dois hospitais do estado: o de Guajará-Mirim, na fronteira com a Bolívia, e o Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), localizado na capital, Porto Velho. A agência da ONU acaba de contratar duas empresas que estão fazendo o estudo das atuais instalações, para posterior elaboração de projetos de infraestrutura.

As duas obras são fundamentais para o sistema de saúde do estado. Em Guajará-Mirim, a conclusão da obra permitirá ampliar o acesso a serviços pela população, que, muitas vezes, precisa viajar até a capital em busca de assistência. No Cemetron, a proposta é finalizar alguns dos blocos da unidade, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

Em ambos os casos, a análise vai considerar as atuais exigências legais relativas à edificação, à acessibilidade e à humanização do atendimento. Também devem ser levadas em conta premissas de sustentabilidade para a elaboração dos projetos. “Temos uma parceria bastante profícua com o governo de Rondônia, já há alguns anos. Neste projeto, além do apoio para melhoria da infraestrutura, vamos realizar capacitações e, assim, fortalecer a atuação institucional da Secretaria de Saúde, em uma perspectiva de promoção da gestão pública justa e equitativa”, explica o gerente do projeto no UNOPS, Rafael Esposel.

Nesta primeira fase do projeto, equipes técnicas estão visitando os dois hospitais para analisar as condições dos prédios. Após a fase de desenvolvimento e atualização dos projetos de engenharia e obtenção das licenças necessárias, serão contratadas empresas especializadas para a finalização das obras, tornando-as aptas para uso da população rondoniense.

Escritório de projetos da ONU inicia ações para reformar hospitais em Rondônia

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

UNOPS
Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa