FAO e Organização Mundial do Comércio reforçam cooperação em comércio e segurança alimentar

Alunos de escola de Venda Nova, em Belo Horizonte, participam de oficina de educação alimentar. Foto: Flickr/Portal PBH (CC)
Alunos de escola de Venda Nova, em Belo Horizonte, participam de oficina de educação alimentar. Foto: Flickr/Portal PBH (CC)
A Organização Mundial do Comércio (OMC) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) vão reforçar a cooperação em questões relacionadas ao comércio e a segurança alimentar, oferecendo assistência mútua em tópicos relevantes, tais como o funcionamento dos mercados internacionais de grãos. O diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, se reuniu na última sexta-feira (17), em Genebra, com o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, para o anúncio desse acordo. "A segurança alimentar está estreitamente relacionada ao comércio e é, portanto, um elemento importante do nosso trabalho na OMC", disse Azevêdo. "Estou muito satisfeito de que agora podemos melhorar o nosso trabalho sobre essa questão crucial que afeta a tantas pessoas por meio de uma parceria mais estreita com a FAO". Durante o encontro os dois também discutiram a atual situação das negociações comerciais da Rodada de Doha, e os esforços que os governos estão fazendo para conseguir um bom resultado. "Estou profundamente comprometido para continuar a desenvolver o nosso trabalho em conjunto com a OMC, já que a segurança alimentar e o comércio podem jogar juntos um importante papel com intuito de contribuir com o mandato da FAO", disse Graziano da Silva.
Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
FAO
Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura