ONU está pronta para apoiar nações sem litoral na recuperação da pandemia

  • O Sistema ONU é solidário aos países em desenvolvimento sem litoral, que não têm acesso a ligações comerciais vitais, e os apoia em seus esforços para reconstruir assim que a pandemia arrefecer, disse o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, na quarta-feira (23).
  • Dirigindo-se a uma reunião virtual de chanceleres desse grupo de países, Guterres disse que além dos desafios que incluem graves interrupções no comércio, transporte e distribuição, o risco de endividamento se aproxima.
Homens descarregam sacos de cebolas de um caminhão em Bamako, Mali, um país em desenvolvimento sem litoral. Sua falta de acesso direto às ligações comerciais vitais frequentemente resulta em países sem litoral pagando altos custos de transporte e trânsito. Foto: Banco Mundial/Dominic Chavez

O Sistema ONU é solidário aos países em desenvolvimento sem litoral, que não têm acesso a ligações comerciais vitais, e os apoia em seus esforços para reconstruir assim que a pandemia arrefecer, disse o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, na quarta-feira (23).

Dirigindo-se a uma reunião virtual de chanceleres desse grupo de países, Guterres disse que além dos desafios que incluem graves interrupções no comércio, transporte e distribuição, o risco de endividamento se aproxima.

"Com o impacto da COVID-19, a dívida global atingiu níveis sem precedentes. Em alguns dos países mais vulneráveis, mais de um quarto da receita pública está sendo usado para o serviço da dívida pública, limitando severamente o espaço fiscal", disse ele.

Os desafios complexos não apenas ameaçam o crescimento econômico e a subsistência, mas também afetam a capacidade das nações de implementar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e o Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas, acrescentou.

Parcerias para soluções

Neste contexto, o secretário-geral disse que a ONU "está aqui para fazer parcerias com vocês em soluções". Isso inclui meios de transporte e infraestrutura seguros e de baixa emissão; mobilizar financiamento privado e público; afastando-se da dependência de combustíveis fósseis economicamente voláteis para sistemas de energia renovável; e combater os fluxos financeiros ilícitos.

"Precisamos garantir que os recursos e o alívio da dívida cheguem a todos os países que deles precisam, a fim de criar espaço para investimentos na recuperação e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)", disse o secretário-geral.

Paralelamente, o potencial comercial dos países em desenvolvimento sem litoral deve ser aumentado e a cooperação entre os países em desenvolvimento e de trânsito sem saída para o mar deve ser fortalecida, acrescentou Guterres.

“A reunião de Líderes em Financiamento para o Desenvolvimento na Era da COVID-19 e além da próxima terça-feira pode ajudar a galvanizar a ambição e a ação nessas áreas”, disse ele.

Guterres também pediu aos países em desenvolvimento sem litoral que implementem seis princípios-chave para uma recuperação climática positiva: investir em empregos e setores verdes; não resgatar indústrias poluentes; acabar com os subsídios aos combustíveis fósseis; contabilizar riscos e oportunidades climáticas em todas as decisões políticas e financeiras; trabalhar juntos; e não deixar ninguém para trás.

"O Sistema ONU continuará a apoiá-los em seus esforços para realizar um desenvolvimento sustentável e inclusivo para seu povo, conforme respondem e, por fim, se recuperam da crise COVID-19."

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNIC
Centro de Informação das Nações Unidas