Chefe da ONU lembra “espírito de Gandhi” e pede cessar-fogo global contra “inimigo comum”