UNOPS promove curso em gestão de projetos para Ministérios Públicos brasileiros

  • O UNOPS, organismo das Nações Unidas especializado em infraestrutura, compras e gestão de projetos, e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)* finalizaram nesta sexta-feira (16) a última turma do curso virtual de Gestão de Projetos.
  • Entre agosto e outubro, foram realizados cursos para três turmas, com 145 integrantes de Ministérios Públicos de diferentes estados. Cada uma teve a duração de duas semanas e as aulas foram ministradas por Mario Trentim, consultor do UNOPS, professor e autor de livros nas áreas de gestão de projetos, estratégia e inovação com mais de 15 anos de experiência.
Foto: CNMP

O UNOPS, organismo das Nações Unidas especializado em infraestrutura, compras e gestão de projetos, e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)* finalizaram nesta sexta-feira (16) a última turma do curso virtual de Gestão de Projetos.

Entre agosto e outubro, foram realizados cursos para três turmas, com 145 integrantes de Ministérios Públicos de diferentes estados. Cada uma teve a duração de duas semanas e as aulas foram ministradas por Mario Trentim, consultor do UNOPS, professor e autor de livros nas áreas de gestão de projetos, estratégia e inovação com mais de 15 anos de experiência.

Esta iniciativa faz parte de uma cooperação entre as organizações, na qual o UNOPS apoia a Comissão de Planejamento Estratégico (CPE) do CNMP compartilhando conhecimentos em gestão de projetos. Neste âmbito, ainda foi disponibilizado pelo UNOPS uma formação em gestão de projetos online com duração de duas horas que está disponível na intranet do CNMP e pode ser feita por integrantes de ministérios públicos que tiverem interesse.

A diretora e representante do UNOPS no Brasil, Claudia Valenzuela, afirmou que o UNOPS é um organismo que trabalha diretamente na área de gestão de projetos e que tem ampla experiência no tema. “Além disso, esta parceria contribui para o ODS 16 que busca promover a paz, justiça e instituições eficientes, além do ODS 17, que fortalece parcerias para o desenvolvimento humano sustentável”, afirmou. Ainda segundo ela, o UNOPS também apoia o Ministério Público do Trabalho (MPT) no planejamento e na estruturação de ações de infraestrutura, compras sustentáveis e gestão de projetos.

De acordo com a promotora de Justiça e membro auxiliar da CPE, Ana Lara Camargo, "a CPE sente-se muito orgulhosa da parceria com o UNOPS. Esse encontro nos permitiu ampliar as possibilidades de disseminação da cultura de projetos como instrumento efetivo do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público (PEN-MP)”. Ela comentou ainda que espera “poder consolidar novas atividades em conjunto com o UNOPS para 2021”.

Aluna do curso, a promotora de Justiça em Mato Grosso do Sul e membra colaboradora da Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e Segurança Pública (CSP) do CNMP, Renata Ruth Fernandes Goya Marinho, comentou que  esta oportunidade foi “um divisor de águas”. “Sem dúvida, aprender técnicas variadas e ferramentas incríveis, fazendo na prática, trocando ideias e experiências foi muito rico. Com a formação disponibilizada será possível revestir toda a potência dos projetos com mais profissionalismo e possibilidades de realmente impactar a sociedade”, disse a promotora.

O promotor de Justiça no Rio de Janeiro e membro auxiliar da Corregedoria Nacional do Ministério Público (CN), Bernardo Maciel Vieira, concorda:  "o curso de gestão de projetos é de extrema relevância para a implementação de projetos institucionais no Ministério Público. Os conhecimentos recebidos no curso certamente auxiliarão em muito o desenvolvimento de projetos institucionais, seja em projetos de âmbito nacional, seja em pequenas implementações em âmbito local”. De acordo com ele, o conteúdo do curso abrange conceitos valiosos para a criação de um projeto e apresenta técnicas simples para a elaboração de documentos essenciais à sua gestão e ao direcionamento das pessoas envolvidas no rumo desejado.

A promotora de Justiça na Paraíba, membra colaboradora da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF) do CNMP, Dulcerita Soares Alves, disse que já está aplicando os conhecimentos para os projetos Florescer e Refletir, que fazem parte do banco de projetos do CNMP. "O professor foi um desbravador, seus exemplos eram tão simples e práticos que nos traziam pro mundo real e nos mostravam como era fácil planejar e como planejar tornava a vida fácil”, concluiu.

*O CNMP orienta e fiscaliza todos os ramos do MP brasileiro: o Ministério Público da União (MPU), que é composto pelo Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Militar (MPM), Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Distrito Federal e Territórios (MPDFT); e o Ministério Público dos Estados (MPE).

Contatos para a imprensa
Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNOPS
Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos