OMS: 2,5 bilhões de pessoas podem sofrer algum tipo de perda auditiva em 2050

  • Um quarto da população global - cerca de 2,5 bilhões de pessoas - viverá com algum grau de perda auditiva em 2050. 
  • A previsão é do primeiro Relatório Mundial sobre Audição lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O estudo estima que sem medidas preventivas e de tratamento, pelo menos 700 milhões de pessoas precisarão de acesso a cuidados auditivos e outros serviços de reabilitação.  
  • A publicação foi lançada em função do Dia Mundial da Audição, lembrado em 3 de março. 
Um quarto da população mundial pode ter algum grau de perda auditiva em 2050
Um quarto da população mundial pode ter algum grau de perda auditiva em 2050

Um quarto da população global - cerca de 2,5 bilhões de pessoas - viverá com algum grau de perda auditiva em 2050. A previsão é do primeiro Relatório Mundial sobre Audição lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O estudo, divulgado nesta terça-feira (2), estima que sem medidas para prevenir e tratar este tipo de perda, pelo menos 700 milhões de pessoas precisarão de acesso a cuidados auditivos e outros serviços de reabilitação.  

A publicação, lançada em função do Dia Mundial da Audição (3 de março), defende a expansão do acesso a serviços de saúde auditiva, lembrando que os governos podem ter um retorno de quase US$ 16 para cada dólar que for aplicado nesses esforços. 

O estudo enfatiza fatores como falta de informações precisas e atitudes estigmatizantes, tanto em relação às doenças do ouvido como à perda auditiva, que acabam impedindo o acesso a cuidados. 

Prevenção - Quase 60% da perda auditiva pode ser evitada com medidas como imunização para prevenir a rubéola e a meningite, a melhoria dos cuidados maternos e neonatais, além da triagem e tratamento precoce da otite média. 

Em adultos, o controle de ruídos, os níveis seguros de volume e a vigilância de medicamentos podem ajudar a manter uma boa audição e reduzir o potencial de perda auditiva. 

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
OMS
Organização Mundial da Saúde