ACNUR lamenta falecimento de Cândido da Ponte Neto, diretor executivo da Caritas Rio de Janeiro

  • A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), divulgou uma nota de pesar pelo falecimento de Cândido Feliciano da Ponte Neto, diretor executivo da Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro (CARJ).
  • Desde os anos 1970, Cândido trabalhava com atenção a pessoas refugiadas e solicitantes de refúgio, tendo importância única na construção da atual Lei Brasileira de Refúgio. 
  • Ele era representante da sociedade civil junto ao Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE). 
Alto Comissário do ACNUR, Filippo Grandi, participa de encontro ao lado de Dr. Cândido em Brasília
Alto Comissário do ACNUR, Filippo Grandi, participa de encontro ao lado de Dr. Cândido em Brasília

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), divulgou uma nota de pesar pelo falecimento de Cândido Feliciano da Ponte Neto, diretor executivo da Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro (CARJ). Desde os anos 1970, Cândido trabalhava com atenção a pessoas refugiadas e solicitantes de refúgio, tendo importância única na construção da atual Lei Brasileira de Refúgio. Ele era representante da sociedade civil junto ao Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE). 

“O Dr. Cândido foi e seguirá sendo em nossas memórias uma pessoa exemplar, que nunca se furtou de defender com afinco os direitos e a dignidade das pessoas refugiadas, sejam aquelas diretamente atendidas pelos serviços da CARJ como todas as demais que buscam proteção no Brasil. Lamentamos profundamente a perda dessa pessoa e profissional humanitário de quem muito nos orgulha a parceria estabelecida, de profundo impacto na vida das pessoas refugiadas”, afirmou Jose Egas, representante do ACNUR no Brasil.

O ACNUR trabalha em parceria com a Caritas do Rio de Janeiro há mais de 40 anos e seguirá fortalecendo esse trabalho conjunto. A Agência estendeu suas condolências a todos os familiares, amigos e colaboradores da CARJ.

Leia a íntegra da nota aqui.

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
ACNUR
Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados