Especialistas apresentam oportunidades de negócios no setor de biogás

  • Especialistas do Projeto GEF Biogás Brasil e do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) apresentaram durante um webinar gratuito diversas oportunidades de negócios voltadas ao uso do biogás para geração de energia elétrica.
  • O Projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), e conta com o CIBiogás como principal entidade executora.
  • O biogás vem se desenvolvendo e ganhando destaque entre as energias renováveis. Segundo um levantamento recente do CIBiogás, houve um crescimento de 22% no número de plantas de biogás no Brasil durante o ano de 2020 em relação a 2019.
Evento apresentou diversas oportunidades de negócios voltadas ao uso do biogás
Evento apresentou diversas oportunidades de negócios voltadas ao uso do biogás

Especialistas do Projeto GEF Biogás Brasil e do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) se uniram recentemente durante um webinar transmitido ao vivo pelo canal do Projeto para debater sobre as oportunidades atuais relacionadas à geração de energia elétrica por meio do biogás no país.

O Projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), e conta com o CIBiogás como principal entidade executora.

Os especialistas também abordaram aprimoramentos recentes e propostas de legislação e regulação, como a Resolução Normativa n° 482, de 2012, da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e o projeto de lei que prevê um marco regulatório para geração distribuída (PL 5829/2018).

O especialista em gerenciamento de projetos e consultor da UNIDO pelo Projeto GEF Biogás Brasil, Bruno Neves, falou durante o webinar sobre a importância do projeto para o desenvolvimento da cadeia de valor do biogás no país. Segundo Neves, o projeto trabalha para “aumentar os investimentos no setor de biogás e facilitar o acesso a opções competitivas que garantam, para o agronegócio, para a infraestrutura de saneamento e para as cidades, maior potencial para a exploração dos mercados globais e para expandir capacidades de produção de forma sustentável".

Além de gerar oportunidades, outros focos do projeto, segundo o consultor, são a capacitação de pessoas – para garantir que haja mão de obra qualificada para o setor – e o desenvolvimento de tecnologias e modelos de negócios adequados à realidade do Brasil.

Oportunidades do biogás - Sobre as oportunidades do biogás para a geração de energia elétrica, a especialista em tecnologias de biogás do CIBiogás e consultora da UNIDO pelo Projeto GEF Biogás Brasil, Natali Nunes, detalhou questões importantes como o ambiente de contratação regulada, geração distribuída e chamadas públicas para a compra de energia elétrica.

Natali Nunes também aprofundou questões relacionadas ao projeto de lei 5.829/2019, que trata das regras de sistemas de compensação: "Quando nós falamos de estabilidade e de oportunidades que realmente sejam respaldadas por uma segurança jurídica, estamos falando de uma tramitação e de se estabelecer um marco da geração distribuída para o país."

Segundo a especialista, este é o projeto de lei em tramitação que ganhou mais espaço nas discussões do setor de biogás.

Sobre os principais pontos positivos do biogás como fonte de energia elétrica, Nunes aponta que a atividade resulta em "um tratamento adequado dos resíduos orgânicos, e uma melhoria na qualidade de vida das pessoas que estão em áreas rurais e áreas isoladas. Além disso, a atividade traz segurança energética e suprimento de qualidade".

O mercado de energia - O coordenador de planejamento energético do CIBiogás, Breno Pinheiro, abordou em detalhes o tema do ambiente de contratação livre, além de fazer uma diferenciação entre consumidor livre especial e consumidor cativo, e apontar possibilidades de novos arranjos com microrredes.

O especialista afirmou que o setor passa por constantes atualizações e que precisa de muito planejamento: "É preciso escutar a sociedade, escutar os órgãos e ligá-los ao setor”. Segundo Pinheiro, a possibilidade de comercializar energia é, por si só, uma grande oportunidade de negócios.

Por fim, o especialista do CIBiogás também comentou o PL 414/2021, que prevê portabilidade da conta de luz entre distribuidoras, alterando o marco regulatório do setor elétrico para criar um mercado livre no Brasil.

"Os investimentos em plantas de biogás precisam ser constantes, a modernização precisa ser constante, justamente para ganhar competitividade entre esses mercados que estão abrindo. Trazer novas ferramentas e tecnologias é exatamente a oportunidade que o produtor tem de reduzir custos de operação e ganhar mercado", afirma Breno Pinheiro.

Seleção de plantas de biogás - Uma das oportunidades atuais de modernização oferecidas ao setor de biogás no país é o edital de seleção de plantas de biogás disponibilizado pelo Projeto GEF Biogás Brasil.

O edital de seleção, mencionado durante o webinar, está aberto ao público até dia 30 de abril de 2021 e busca plantas de biogás na Região Sul do país para se tornarem unidades de demonstração do Projeto GEF Biogás Brasi.

As plantas de biogás selecionadas pelo edital vão receber recursos do Projeto para a modernização de suas atividades, dentro do escopo das aplicações energéticas do biogás e do aproveitamento do digestato.

Durante o webinar, o especialista em gerenciamento de projetos Bruno Neves lembrou que, para participar do edital, é necessário que a planta de biogás esteja em fase de operação ou expansão na região Sul do Brasil. O aporte do Projeto GEF Biogás Brasil pode chegar a R$ 800 mil por proposta.

Outra iniciativa importante oferecida pelo Projeto GEF Biogás Brasil ao setor é o Programa de Tropicalização, um programa que promove o intercâmbio internacional de tecnologias e modelos de negócios entre empresas brasileiras e estrangeiras. O Programa está selecionando propostas de empresas que promovam novas parceriais industriais e solucionem os principais desafios apresentados pelo setor no Brasil.

Desenvolvimento do biogás - O diretor de desenvolvimento tecnológico do CIBiogás e consultor da UNIDO pelo Projeto GEF Biogás Brasil, Felipe Marques, apresentou durante o evento online um panorama do setor de biogás no país, e apontou como o biogás vem se desenvolvendo e ganhando destaque entre as energias renováveis.

Segundo um levantamento recente do CIBiogás, apresentado pelo diretor, houve um crescimento de 22% no número de plantas de biogás no Brasil durante o ano de 2020 em relação a 2019. Entre as 675 plantas de biogás presentes no país até o ano passado, 94% delas estão operação no momento, 4% em período de implementação e 2% em reformulação.

Gráfico mostra o crescimento do biogás em relação ao número de plantas e à produção acumulada no país
Gráfico mostra o crescimento do biogás em relação ao número de plantas e à produção acumulada no país

A coordenadora de transferência de conhecimento e de engenharia do CIBiogás e consultora da UNIDO pelo projeto GEF Biogás Brasil, Daiana Martinez, indicou aos participantes do webinar o site DataSebrae Biogás, uma ferramenta digital e gratuita de acesso a dados sobre o biogás no Brasil. Ela explicou que o portal também funciona como um repositório digital de notas técnicas e de todas as publicações especializadas produzidas pelo projeto GEF Biogás Brasil.

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNIDO
Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial