Notícias

Oportunidades do biogás são apresentadas em evento sobre inovações em energias renováveis

27 agosto 2021

  • Especialistas do projeto GEF Biogás Brasil participaram de encontro que destacou a importância das energias renováveis para o desenvolvimento econômico dos países. 
  • O workshop visa intensificar a parceria entre o Brasil e a Alemanha e potencializar o uso de energias como solar, eólica, biogás e biocombustível.
  • O projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e conta com o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) como principal entidade executora.
Legenda: Especialista destacou o trabalho do Projeto GEF Biogás Brasil para o desenvolvimento da cadeia de valor do biogás
Foto: © UNIDO

O Projeto GEF Biogás Brasil participou, nesta quinta-feira (26), do primeiro dia do evento “Inovações em Energias Renováveis” uma iniciativa da Fraunhofer Liaison Office Brazil, Câmara e Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, Embaixada da República Federal da Alemanha, GiZ, VDI - Associação de Engenheiros Brasil - Alemanha e Representação do Estado da Baviera no Brasil.

O projeto é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e conta com o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) como principal entidade executora.

Com dois dias de apresentações (26 e 27 de agosto) de diversos atores do setor de energia, o evento visa intensificar a parceria entre o Brasil e a Alemanha, além de potencializar o uso de energias renováveis com grandes perspectivas, como a energia solar, a eólica, o biogás e o biocombustível.

As palestras do primeiro dia de workshop ajudaram a demonstrar as principais atividades e tecnologias existentes. Também salientaram como empresas, institutos de pesquisa e órgãos governamentais brasileiros podem trabalhar em cooperação com instituições alemãs. 

Já na abertura do evento, o ministro de Assuntos Econômicos e Temas Globais da Embaixada da República Federal da Alemanha, Holger Rapior, ressaltou a necessidade das energias renováveis para o desenvolvimento econômico.

"Energias renováveis não são apenas um tópico da economia, mas um tópico da pesquisa em desenvolvimento. Uma parceria entre o Brasil e a Alemanha reserva para ambos os lados grandes chances de impulsionar o desenvolvimento das energias renováveis no Brasil com tecnologia de ponta. O encontro de hoje é uma importante largada para futura cooperações”, afirmou.

Potencial do biogás - O consultor da UNIDO e especialista em Gestão de Projetos do GEF Biogás Brasil, Bruno Neves, destacou o trabalho do projeto para o desenvolvimento da cadeia de valor do biogás, que pode ser replicada para outras cadeias de energias renováveis.

“O projeto produz informações para tomada de decisões. No GEF Biogás Brasil temos o sul do Brasil como foco de atuação, e no futuro outras regiões podem vir a ser contempladas”, disse Neves.

Ao apresentar um panorama geral do projeto, o especialista explicou como a Plataforma de Informações do Biogás (PiBiogás), contribui para o setor. “Não é só uma plataforma de pesquisa, é uma rede de instituições com o objetivo de oferecer os recursos que o projeto tem desenvolvido com os parceiros e muito mais: criar integração entre os atores para que eles tenham padrões de compartilhamento de informações, padrões de garantia de confiabilidade dos dados e padrões que permitam trocar informações entre as diferentes instituições e fazer com que essas informações sejam acessíveis. Além de fortalecer o ambiente de tomada de decisões em muitos setores”, explicou o consultor da UNIDO. 

Neves também apresentou iniciativas como a BiogásInvest, ferramenta digital gratuita que permite que produtores, empresários, agentes financiadores e gestores públicos façam de maneira independente uma análise customizada sobre a viabilidade de novos projetos de biogás. 

Por último, destacou a criação de unidades demonstrativas que vão apresentar ao mercado brasileiro cases de sucesso que podem ser replicados em todo o país. “O projeto está aportando nessas unidades uma série de recursos para diferentes plantas de biogás na região sul que possam demonstrar para todo o setor as melhores práticas”, concluiu.

O evento também contou com a palestra do diretor presidente do CiBiogás, Rafael González, que ressaltou a possibilidade de monetização do biometano através da transformação de um passivo ambiental em um ativo econômico.

“Para essa transformação temos uma série de processos que ocorrem, desde a produção do biogás, do confinamento da matéria orgânica no biodigestor, até o refino desse gás, passando para ele ser utilizado em rede de energia elétrica e energia térmica. Muitas agroindústrias utilizam isso para substituição de lenha. É um modelo muito importante para garantir a sustentabilidade econômica e ambiental do próprio processo industrial e veicular”.

Um mapeamento realizado pela Associação Brasileira de Biogás (Abiogás) e CiBiogás demonstrou que o Brasil tem potencial de produzir 84,6 bilhões de m³/ano de biogás, mas utiliza aproximadamente 2,2 bilhões de m³/ano.

“Apesar do potencial imenso, utilizamos pouco do potencial que temos. O Brasil tem uma rede de gás muito ligada à costa brasileira. Se fizermos uma reflexão sobre o que temos de infraestrutura na costa mais o que precisamos no interior, podemos começar a construir uma visão de interiorização do gás e utilizar mais desse potencial”, concluiu González.

Também palestraram no workshop representantes da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Agência Alemã de Cooperação Internacional (GiZ), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Itaipu, Eletrobrás/CEPEL, Raízen e Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

Assista ao workshop Inovações em Energias Renováveis: 1º dia/2º dia

Oportunidades do biogás são apresentadas em evento sobre inovações em energias renováveis

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

UNIDO
Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa