Notícias

Projeto Nutrir o Futuro lança publicação em congresso internacional

19 novembro 2021

O projeto Nutrir o Futuro foi apresentado no 18º Congresso da Confederação Latino-americana de Nutricionistas e Dietistas (Confelanyd), um evento internacional que reuniu nutricionistas de 14 países, entre eles Brasil, Colômbia e Peru. Parceiros da iniciativa, o Centro de Excelência contra a Fome do WFP no Brasil, o Ministério da Saúde e a Agência Brasileira de Cooperação promoveram um seminário sobre perspectivas e desafios das políticas de alimentação e nutrição frente à obesidade. 

Durante o evento, o diretor do Centro de Excelência contra a Fome do WFP,  Daniel Balaban, enfatizou que a obesidade entre crianças e adolescentes é resultado de uma série complexa de fatores ambientais, genéticos, individuais e comportamentais que atuam em múltiplos contextos. 

O seminário também contou com um debate sobre as estratégias e desafios nacionais para a implementação das ações para enfrentamento da obesidade infantil. Assim, a troca de conhecimentos apoiou processos de fortalecimento das instituições públicas nacionais e dos setores de nutrição e saúde considerados fundamentais para a gestão das políticas públicas de alimentação e nutrição nos países parceiros.

Legenda: O projeto Nutrir o Futuro fortalece as instituições públicas nacionais e os setores de nutrição e saúde
Foto: © Reprodução/Youtube

O Centro de Excelência contra a Fome do WFP no Brasil participou, em 17 de novembro, do 18º Congresso da Confederação Latino-americana de Nutricionistas e Dietistas (Confelanyd), um evento internacional que reuniu nutricionistas de 14 países, dentre eles Brasil, Colômbia e Peru, por meio do projeto Nutrir o Futuro

Parceiros do projeto, o Centro de Excelência e o Ministério da Saúde e a Agência Brasileira de Cooperação promoveram o seminário “Perspectivas e Desafios das Políticas de Alimentação e Nutrição frente à Obesidade". A apresentação marcou o lançamento da publicação “Obesidade Infantil: Ações de Prevenção e Atenção no Brasil, Colômbia e Peru”. 

Durante o seminário, Daniel Balaban, diretor do Centro de Excelência contra a Fome do WFP, enfatizou que a obesidade entre crianças e adolescentes é resultado de uma série complexa de fatores ambientais, genéticos, individuais e comportamentais que atuam em múltiplos contextos. 

“Para a prevenção e atenção à obesidade, é fundamental a adoção de políticas intersetoriais, investimento público e medidas que precisam de esforços de todos para reverter ambientes promotores da obesidade. Assim, este policy brief traz boas práticas de como o Brasil, Colômbia e Peru tem atuado na prevenção e atenção à obesidade infantil”, disse.

O seminário também contou com um debate sobre as estratégias e desafios nacionais para a implementação das ações para enfrentamento da obesidade infantil. As representantes dos Ministérios da Saúde do Brasil, Gisele Bortolini, da Colômbia, Elisa Cadena, e do Peru, Maria Reyes, falaram sobre possíveis estratégias para que a agenda de alimentação e nutrição dos países possa priorizar a prevenção e atenção da obesidade infantil, bem como as principais estratégias que cada país adota para a diminuição dos índices de sobrepeso e obesidade infantil. 

A troca de conhecimentos promovida pelo seminário tem como objetivo apoiar processos de fortalecimento das instituições públicas nacionais e dos setores de nutrição e saúde considerados fundamentais para a gestão das políticas públicas de alimentação e nutrição nos países parceiros.

Sobre o Nutrir o Futuro - O projeto Nutrir o Futuro, uma iniciativa conjunta do Centro de Excelência do WFP, do Ministério da Saúde e da Agência Brasileira de Cooperação, apoia oportunidades como essas de troca de conhecimentos entre países para fortalecer as instituições públicas nacionais e os setores de nutrição e saúde. Saiba mais sobre o projeto aqui

Projeto Nutrir o Futuro lança publicação em congresso internacional

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

WFP
Programa Mundial de Alimentos

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa