Notícias

Escritório da ONU apoia países sul-americanos no combate ao tráfico de animais silvestres

02 dezembro 2021

Durante as próximas três semanas, mais de 40 participantes de ministérios públicos, das polícias e autoridades de 11 países sul-americanos se reunirão para compartilhar melhores práticas e identificar os desafios comuns enfrentados na abordagem dos crimes contra a vida selvagem. Os encontros são uma resposta ao crescimento em escopo e escala desse tipo de atividade criminosa na América do Sul.

Com vias a fortalecer a capacidade dos países da região no combate ao tráfico de vida selvagem na região, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) passou a trabalhar para estabelecer uma plataforma de apoio às atividades iniciais da Rede Sul-Americana de Observância e Aplicação da Normativa sobre Vida Selvagem (SudWEN). A ação é realizada em nome do Consórcio Internacional de Combate ao Crime de Vida Selvagem (ICCWC) e com o apoio dos Estados Unidos

O crime contra a vida selvagem é um crime organizado transnacional com impactos ambientais significativos, contribuindo para a crise global de extinção e perda da biodiversidade.

Legenda: O UNODC tem trabalhado com países para estabelecer uma plataforma de apoio às atividades iniciais da SudWEN
Foto: © Marcelo Marques/Unsplash

Diante do crescimento em escopo e escala dos crimes contra a vida selvagem na América do Sul, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) passou a trabalhar para estabelecer uma plataforma de apoio às atividades iniciais da Rede Sul-Americana de Observância e Aplicação da Normativa sobre Vida Selvagem (SudWEN) com vias a fortalecer a sua capacidade no combate ao tráfico de vida selvagem na região. 

Durante as próximas três semanas, mais de 40 participantes de ministérios públicos, das polícias, autoridades de gestão da CITES e alfândegas de 11 países sul-americanos se reunirão para compartilhar melhores práticas e identificar os desafios comuns enfrentados na abordagem dos crimes contra a vida selvagem. Também irão discutir formas de fortalecer e operacionalizar a rede para melhor apoiar e melhorar a cooperação regional.

Em sua fala de abertura, Miwa Kato, diretora de Operações do UNODC de Combate aos Crimes contra a Vida Selvagem e Florestas, enfatizou: 

"A cooperação e a coordenação são essenciais para fortalecer a Rede. O UNODC e seus parceiros da ICCWC estão prontos para ajudar os governos a fortalecer a legislação e a capacidade de aplicação, e reforçar a cooperação internacional e o compartilhamento de informações para investigações transfronteiriças." — Miwa Kato, diretora de Operações do UNODC.

A chefe da delegação dos EUA, Monica Medina, secretária adjunta para o Escritório de Assuntos Internacionais para Oceanos, Meio Ambiente e Ciência, Departamento de Estado, ressaltou que "redes regionais de observância e aplicação da lei são ferramentas essenciais de cooperação transfronteiriça para combater o tráfico de vida selvagem," e afirmou que "estamos aqui para apoiar o trabalho na identificação de prioridades, mapeio de abordagens estratégicas e êxito no enfrentamento a esses crimes. Parabenizamos a atenção de seus países em combater o tráfico de vida selvagem na América do Sul e no mundo." 

Atividade criminosa - O crime contra a vida selvagem é um crime organizado transnacional que coloca milhões nos bolsos de grupos criminosos que exploram lacunas nos sistemas nacionais de aplicação da lei e da justiça criminal. Essa atividade criminosa tem impactos ambientais significativos, contribuindo para a crise global de extinção e perda da biodiversidade. 

As Redes de Aplicação da Lei de Vida Selvagem (WENs) são uma ferramenta eficaz nos esforços regionais coletivos de combate ao crime de vida selvagem, pois envolvem as agências nacionais responsáveis pela aplicação da lei de vida selvagem. Elas apoiam e fortalecem a aplicação da lei para enfrentar os crimes contra a vida selvagem e fornecem uma plataforma para colaboração e comunicação dentro e entre regiões. Várias WENs regionais foram criadas em todo o mundo. 

A Rede Sul-Americana de Observância e Aplicação da Normativa sobre Vida Selvagem (SudWEN) foi formalmente lançada em setembro de 2014 com o objetivo de aumentar os esforços para combater o tráfico de animais silvestres na América do Sul. 

* A atuação do UNODC é realizada em nome do Consórcio Internacional de Combate ao Crime de Vida Selvagem (ICCWC) e com o apoio dos Estados Unidos.

 

Mais informações

Escritório da ONU apoia países sul-americanos no combate ao tráfico de animais silvestres

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

UNODC
Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa