Notícias

Pesquisadores recomendam publicações sobre crescimento inclusivo

20 maio 2022

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) tem divulgado nos últimos meses a campanha  #StaffPicks. 

Os pesquisadores do IPC-IG gravaram uma série de vídeos recomendando suas publicações favoritas editadas pelo Centro. 

Agora, a agência das Nações Unidas publicou um compilado com todos as indicações e links para os relatórios, detalhando os motivos que determinaram a escolha de cada pesquisador.

 

Essa é a primeira edição da campanha anual que visa relembrar publicações do IPC-IG sobre assuntos como proteção social para migrantes e políticas de licença maternidade e paternidade.
Legenda: Essa é a primeira edição da campanha anual que visa relembrar publicações do IPC-IG sobre assuntos como proteção social para migrantes e políticas de licença maternidade e paternidade.
Foto: © Ben Dutton/Unsplash

Nos últimos meses, o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) vem divulgando a campanha de vídeo #StaffPicks (#Escolhadosfuncionários, em tradução livre) em seus canais de redes sociais. Como o próprio nome indica, os membros da equipe de pesquisadores gravaram vídeos recomendando ao público algumas das suas publicações favoritas editadas pelo Centro. 

Essa é a primeira edição da campanha anual que visa relembrar algumas das publicações mais interessantes do IPC-IG. Elas abrangem uma ampla variedade de assuntos, desde proteção social para migrantes até políticas de licença maternidade e paternidade. Todos os vídeos podem ser encontrados em uma playlist apresentada no canal IPC-IG do YouTube. 

Abrindo a campanha, o pesquisador Lucas Sato recomendou o relatório em inglês “Improving social protection for migrants, refugees and asylum seekers in Egypt: An overview of international practices”, que visa responder questões-chave no debate sobre proteção social e migração, como formas para países de baixa  e média renda adaptarem seus sistemas de proteção social para incluir migrantes e financiar essa expansão. 

COVID- 19 - Ele foi seguido pelo colega Nicolo Bird, que escolheu o relatório “Next Practices—Innovations in the COVID-19 social protection responses and beyond”. Essa publicação sistematiza as inovações de proteção social implementadas em resposta à pandemia de COVID-19, que podem ser alavancadas para construir sistemas mais inclusivos e sustentáveis a médio e longo prazos. 

Uma edição da revista Policy in Focus, intitulada “What's next for social protection in light of COVID-19: challenges ahead”, foi a recomendação da pesquisadora Karen Pereira. Ele aprofunda os principais tópicos – incluindo financiamento, renda básica universal, vínculos com segurança alimentar e emprego, bem como programas sensíveis a gênero, crianças e pessoas com deficiência – discutidos durante as mesas redondas da conferência global “Turning the Covid-19 crisis into an opportunity: What’s next for social protection?" realizado em outubro de 2020 pela plataforma socialprotection.org.

João Pedro Dytz sugeriu o Policy Research BriefAs propostas de reforma dos sistemas de proteção social no Marrocos e na Tunísia, no contexto do impacto da COVID-19" porque ele considera particularmente interessante a comparação entre os dois países vizinhos sobre a situação da COVID-19 , especialmente o fato de que ambos passaram por reformas de proteção social antes da pandemia e deram respostas significativamente diferentes a ela. 

Beatriz Burattini recomendou a edição da Policy in Focus intitulada “Wealth tax: perspectives in a post-pandemic world”, que discute como a pandemia de COVID-19 destacou a desigualdade de riquezas em todo o mundo. O que Burattini gostou nesta edição é que ela compila artigos sobre políticas tributárias de forma inclusiva e inteligível para pessoas que podem não ter familiaridade com economia. 

América Latina - A publicação do IPC-IG eleita por Anaïs Vibranovski é o Working PaperIntegration of administrative records for social protection policies: contributions from the Brazilian experience”. Ela explicou que os autores da publicação – pesquisadores do IPC-IG – trabalharam diretamente na implementação do Cadastro Único Brasileiro para Programas Sociais em algum momento, então eles estavam muito bem posicionados para discutir as lições aprendidas com a experiência brasileira. Além disso, ela gosta do fato de que os autores descrevem aspectos cruciais do projeto e da implementação de um registro integrado de grande escala usando um vocabulário simples. 

Fernando Araujo recomendou o One PagerSocial and racial inequalities as contributing factors to COVID-19 vulnerability in São Paulo, Brazil”, que apresenta o achado de um estudo que estimou as desigualdades sociais e raciais no risco de hospitalização e morte por COVID-19, e mostrou como a vulnerabilidade à COVID-19 foi moldada por desigualdades sociais e de saúde pré-existentes em São Paulo, o estado mais populoso do Brasil. 

Nicole Figueiredo recomendou o Policy Research Brief "SUAS Bahia: a comunicação e a participação social no Sistema Único de Assistência Social da Bahia", que busca identificar fragilidades na comunicação interna e externa do Sistema Único de Assistência Social do Estado da Bahia e traçar estratégias para melhorar a comunicação com a sociedade em geral e com as demais políticas públicas. 

"Review of national maternity and paternity policies and support for breastfeeding in the workplace in Latin America and the Caribbean" foi a escolha de Camila Pereira. Como ela explicou no vídeo, esta publicação aborda um tipo de política de proteção social que não é tão comumente discutida no mundo da pesquisa, mas que não deixa de ser muito importante, tendo em vista que uma das razões pelas quais as mulheres não podem trabalhar é pela falta de políticas de maternidade e paternidade. 

Sudão e Ásia - Nourjelha Yousif escolheu duas publicações, “Social protection in Sudan—system overview and programme mappingandSocial protection coverage—Sudan case study”. Ela acredita que ambas as publicações ajudaram a enriquecer a literatura sobre proteção social no Sudão, pois foram capazes de fornecer uma descrição abrangente e precisa do sistema existente e da cobertura efetiva desses programas.  

O Research Report "Social assistance programmes in South Asia: an evaluation of socio-economic impacts" foi recomendado por Isabela Franciscon. O estudo reagrupa 63 avaliações experimentais ou quase-experimentais de 17 programas nacionais não contributivos na região e fornece uma revisão crítica de literatura para resumir os impactos de diferentes tipos de assistência social nos resultados socioeconômicos nos países do sul da Ásia. 

Ainda sobre o Sul da Ásia, Krista Alvarenga escolheu uma série de oito One Pagers apresentando medidas de proteção social em países específicos da região. O que Alvarenga gosta na série é que cada One Pager oferece uma boa visão geral do que está acontecendo no espaço de proteção social de cada um dos diferentes países da região, apresentando recomendações abrangentes.

Por fim, Charlotte Bilo recomendou uma publicação que aborda a proteção social como um mecanismo para reduzir potencialmente a desigualdade de gênero, o Research ReportGender and social protection in South Asia: an assessment of the design of non-contributory programmes”. Este vídeo também foi destaque em nossa campanha para comemorar o Dia Internacional da Mulher.

Pesquisadores recomendam publicações sobre crescimento inclusivo

IPC-IG

Fabiana Pullen

IPC-IG Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa