Notícias

Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça são eleitos para o Conselho de Segurança

10 junho 2022

Nesta quinta-feira (9), os Estados-membros das Nações Unidas votaram para eleger os cinco novos países que irão ocupar, por dois anos, assentos não permanentes no Conselho de Segurança da ONU.

Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça se juntarão ao órgão da ONU responsável pela manutenção da paz e segurança globais, a partir de janeiro de 2023. 

Eles substituirão Índia, Irlanda, Quênia, México e Noruega, que deixarão seus assentos no final deste ano.

 

Visão ampla da Câmara do Conselho de Segurança.
Legenda: Visão ampla da Câmara do Conselho de Segurança.
Foto: © Loey Felipe/UN Photo

Cinco países foram eleitos para servir como membros não permanentes do Conselho de Segurança da ONU após uma votação na Assembleia Geral nesta quinta-feira (9). Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça se juntarão ao órgão da ONU responsável pela manutenção da paz e segurança globais, a partir de janeiro de 2023. 

O presidente da Assembleia Geral, Abdulla Shahid, anunciou os resultados e os embaixadores aplaudiram cada país após a leitura do nome. 

O Conselho de Segurança é composto por 15 países. Cinco deles – China, França, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos – são membros permanentes com direito de veto. 

A Assembleia Geral, que compreende todos os 193 Estados-membros da ONU, elege os 10 nações para ocuparem os assentos não permanentes por mandatos de dois anos. 

Para garantir um lugar no Conselho, os países devem obter uma maioria de dois terços, ou 128 votos, mesmo se concorrerem sem contestação. 

Os candidatos deste ano disputaram cinco vagas em três grupos regionais: dois para países da África e Ásia-Pacífico, um para a América Latina e Caribe e dois para a Europa Ocidental e outros Estados. 

Votação - No grupo da África e Ásia-Pacífico, Moçambique recebeu 192 votos, marcando sua primeira participação no Conselho. O Japão obteve 184 votos e a Mongólia três.  

O Equador, único candidato da América Latina e do Caribe, obteve 190 votos, com a abstenção de dois países.  

A Suíça recebeu 187 votos e Malta 185 votos, novamente com a abstenção de dois países. 

Os cinco países recém-eleitos se juntarão à Albânia, Brasil, Gabão, Gana e Emirados Árabes Unidos em torno da mesa do Conselho de Segurança. 

Eles substituirão Índia, Irlanda, Quênia, México e Noruega, que deixarão seus assentos no final deste ano. 

Equador, Japão, Malta, Moçambique e Suíça são eleitos para o Conselho de Segurança

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

ONU
Organização das Nações Unidas

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa