Notícias

Respostas à COVID-19 de países do Golfo são foco de estudo do IPC-IG

14 junho 2022

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) está trabalhando em um novo projeto relacionado às respostas de proteção social à crise de COVID-19 nos países do Golfo. 

O objetivo é reunir as lições aprendidas durante a pandemia – tanto de sucessos quanto de falhas – para auxiliar políticas e programas na construção de sistemas de proteção social sensíveis a choques.

A iniciativa está sendo realizada em parceria com o escritório da área do Golfo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e com o escritório regional do UNICEF para o Oriente Médio e Norte da África (MENA, na sigla em inglês).

 

O projeto tem mapeará as respostas de proteção social à pandemia implementadas pelo Bahrein, Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.
Legenda: O projeto mapeará as respostas de proteção social à pandemia implementadas pelo Bahrein, Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.
Foto: © Mahach Gadzhiev/Unsplash

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) está trabalhando em um novo projeto relacionado às respostas de proteção social à crise de COVID-19 nos países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG). 

A iniciativa está sendo realizada em parceria com o escritório da área do Golfo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e com o escritório regional do UNICEF para o Oriente Médio e Norte da África (MENA, na sigla em inglês).

A crise de COVID-19 representou uma ameaça para a economia global e para as vidas e meios de subsistência de milhões de pessoas. Nesse contexto, os governos do GCC promulgaram políticas fiscais e monetárias com diferentes pacotes de proteção social, principalmente focados em proteger o emprego e a subsistência de seus cidadãos. Embora as respostas tenham sido imediatas e substanciais, ainda são necessárias evidências sólidas para mensurar quão eficazes e equitativas foram essas intervenções e estratégias.

O projeto intitulado “Resposta da proteção social à crise de COVID-19 nos países do GCC: análise e lições para construir sistemas de proteção social sensíveis a choques” tem como objetivo mapear as respostas de proteção social à pandemia implementadas por quatro países do GCC: Bahrein, Kuwait, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Metodologia - O mapeamento será feito por meio da documentação das respostas e dos mecanismos de assistência social implementados e do aprofundamento nos aspectos específicos dos programas utilizados para alcançar os mais vulneráveis (incluindo, mas não se limitando a famílias de baixa renda e chefiadas por mulheres, pessoas com necessidades especiais ou deficiências, desempregados, mulheres, jovens, crianças, idosos e migrantes).

O relatório reunirá lições aprendidas relacionadas às respostas à COVID-19 – tanto de sucessos quanto de falhas – para auxiliar políticas e programas na construção de sistemas de proteção social sensíveis a choques, e que potencialmente respondam a crises futuras. A pesquisa se baseará em dados e evidências secundárias, incluindo relatórios e outras fontes relevantes, a fim de esclarecer a eficácia da resposta obtida, além de identificar consequências não intencionais, como erros de inclusão/exclusão.

Também serão fornecidas recomendações sobre ajustes e melhorias que tornariam os sistemas de proteção social existentes em cada país mais equitativos, sensíveis a choques e sensíveis às populações vulneráveis.

Respostas à COVID-19 de países do Golfo são foco de estudo do IPC-IG

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade

PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento

Objetivos que apoiamos através desta iniciativa