Plataforma digital reúne informações sobre produção de biogás no Brasil

  • O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com o projeto GEF Biogás Brasil, lançou na semana passada (15) o DataSebrae Biogás, uma plataforma digital inovadora que reúne de forma interativa todas as informações mais importantes sobre a produção de biogás no Brasil.
  • O projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO).

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com o projeto GEF Biogás Brasil, lançou na semana passada (15) o DataSebrae Biogás, uma plataforma digital que reúne de forma interativa informações relevantes sobre a produção de biogás no Brasil.

A plataforma apresenta dados geolocalizados sobre a produção e o potencial de expansão do biogás, além de toda a legislação referente ao setor e ferramentas digitais que facilitam o planejamento de projetos e de investimento em biogás no país.

O projeto GEF Biogás Brasil é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO).

O DataSebrae Biogás foi lançado em webinar com a participação de representantes de MCTI, UNIDO, Sebrae Nacional e unidade estadual do Sebrae no Paraná, além de palestrantes técnicos sobre a plataforma.

O secretário de empreendedorismo e inovação do MCTI, Paulo Alvim, falou sobre a dedicação das entidades envolvidas com o DataSebrae Biogás e o projeto GEF Biogás Brasil para transformar conhecimento científico e tecnológico em riqueza e soluções. "É uma atividade que integra não só a possibilidade de geração e complementação de renda, mas também o desenvolvimento sustentável", disse.

Alessandro Amadio, representante da UNIDO no Brasil, reforçou a relevância da nova plataforma para o setor de biogás. "Acessar informações é indispensável para os negócios no século 21, e o DataSebrae Biogás oferece o acesso gratuito a informações de qualidade e verificadas", explicou.

O DataSebrae Biogás permite, por meio de painéis interativos, explorar o potencial de produção de biogás em diferentes localidades e com diferentes fontes de matéria orgânica, assim como a localização de todas as plantas de biogás existentes no território brasileiro. Além disso, oferece uma biblioteca digital inédita que reúne estudos técnicos sobre biogás produzidos por entidades especializadas, além de todas as leis, decretos e convênios referentes à cadeia de valor do biogás no Brasil.

Outra inovação é a calculadora automática de conversão do valor energético do biogás. A ferramenta permite estimar a quantidade de biogás necessária para uma demanda energética específica em três medidas comuns no mercado: litros de diesel, quilowatts/hora e gás liquefeito de petróleo.

Durante o lançamento da plataforma, o diretor técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, reforçou que muitos empreendimentos rurais e urbanos ainda não fazem uso do biogás como fonte de energia por não terem acesso a informações. "Para resolver isso, o Sebrae, junto com o MCTI, a UNIDO e outros parceiros, está disponibilizando essa plataforma de informações", declarou.

Já o diretor de operações do Sebrae no Paraná, Julio Agostini, chamou a atenção para a importância da geração de energia limpa, uma questão presente na agenda global e brasileira. "Hoje no Brasil já temos as tecnologias necessárias e vários projetos relacionadas à cadeia do biogás e do biometano, mas precisamos multiplicar essas iniciativas e fazer com que o país vivencie, use e compartilhe informações sobre o biogás e o biometano."

O DataSebrae Biogás reúne em sua plataforma informações de bancos de dados públicos e de diferentes entidades setoriais e de pesquisa, como o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) e a Associação Brasileira do Biogás (ABiogás).

Outra funcionalidade que pode ser acessada por meio do DataSebrae Biogás, também gratuitamente, é a ferramenta BiogásInvest, desenvolvida pelo projeto GEF Biogás Brasil em parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação (ITAI). O BiogásInvest permite que produtores, empresários e investidores façam uma análise customizada da viabilidade de novos projetos e novos negócios.

O DataSebrae Biogás é um trabalho contínuo, ou seja, uma plataforma que será sempre atualizada. Também serão disponibilizadas novas ferramentas e soluções cada vez mais sofisticadas, acompanhando o andamento do mercado, a rotina de investidores e produtores de biogás, e as demandas de fornecedores de equipamentos e serviços, para manter um suporte constante aos agentes do setor.

No âmbito do projeto GEF Biogás Brasil, o DataSebrae Biogás está vinculado a uma estratégia de desenvolvimento da uma Plataforma de Informações do Biogás.

Importância do biogás

O biogás é uma fonte renovável de energia elétrica, térmica e combustível, produzida a partir de resíduos orgânicos da agroindústria ou da fração orgânica do lixo urbano.

Para a produção de biogás, a matéria orgânica utilizada – dejetos de animais, material vegetal ou a fração orgânica do lixo – passa por um processo de decomposição dentro de biodigestores. Nesse processo, chamado de digestão anaeróbica, o material é digerido por bactérias e outros micro-organismos presentes nos biodigestores para liberar o biogás, que é depois transformado em energia ou combustível.

A produção de biogás também resulta no digestato, que é um composto orgânico que sobra após esse processo de decomposição e pode ser usado como biofertilizante.

De acordo com a ABiogás, o Brasil tem grande potencial de produção dessa energia renovável. A organização afirma que o biogás poderia suprir até 40% da demanda total de energia elétrica no Brasil e 70% do consumo nacional de diesel, impondo-se como uma alternativa sustentável de diversificação da matriz energética brasileira.

Já a Associação Nacional para Difusão de Adubos (ANDA) estima que cerca de 36 milhões de toneladas de fertilizante foram consumidas no Brasil em 2019, um aumento de mais de meio milhão de toneladas em relação ao ano anterior.

Mesmo com a grande disponibilidade de matéria-prima no Brasil e a demanda nacional elevada por energia, combustível e fertilizante, o biogás ainda é pouco utilizado no país. Um entrave importante para o desenvolvimento da cadeia de valor do biogás era a falta de informações atualizadas sobre o tema reunidas em um único local de forma interativa, simples e gratuita – entrave que é solucionado com o lançamento do DataSebrae Biogás.

Para saber mais sobre o DataSebrae Biogás e o projeto GEF Biogás Brasil, acesse https://www.gefbiogas.org.br/

Acesse diretamente o DataSebrae Biogás em www.datasebrae.com.br/biogas

Contatos para a imprensa
Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNIDO
Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial