Banco de Desenvolvimento da América Latina e OIT trabalharão juntos para promover mais empregos na região

  • O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) assinaram um Memorando de Entendimento para atuar conjuntamente na execução de programas e projetos integrais voltados para a promoção de oportunidades de trabalho decente e produtivo para homens e mulheres, em condições de liberdade, igualdade e segurança e dignidade humana.
  • O documento prevê que a colaboração entre as duas instituições se dará no contexto da transformação digital e seu desafio para os países da região, bem como na superação dos efeitos socioeconômicos causados por crises econômicas, sociais e de saúde.  
Acordo entre OIT e CAF prevê promoção de oportunidades de trabalho decente e produtivo, em condições de liberdade, igualdade e segurança e dignidade humana
Acordo entre OIT e CAF prevê promoção de oportunidades de trabalho decente e produtivo, em condições de liberdade, igualdade e segurança e dignidade humana

O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) assinaram um Memorando de Entendimento para atuar conjuntamente na execução de programas e projetos integrais voltados para a promoção de oportunidades de trabalho decente e produtivo para homens e mulheres, em condições de liberdade, igualdade e segurança e dignidade humana.

O documento prevê que a colaboração entre as duas instituições se dará no contexto da transformação digital e seu desafio para os países da região, bem como na superação dos efeitos socioeconômicos causados por crises econômicas, sociais e de saúde.

A cooperação entre as duas instituições na América Latina priorizará os seguintes temas: desenvolvimento de competências do mundo do trabalho, estratégias para promover a transição escola-trabalho e sistemas de qualificação e certificação de competências; micro, pequenas e médias empresas com foco em formalização e transformação digital; sustentabilidade, transição justa e empregos e obras verdes; e políticas setoriais e comerciais para a criação de mais e melhores empregos.

Durante a assinatura virtual do memorando, o presidente executivo da CAF, Luis Carranza Ugarte, destacou que a construção de alianças melhora a qualificação e produtividade dos trabalhadores, promovendo o bem-estar da população e a competitividade dos países. "O trabalho conjunto com a OIT permitirá fortalecer as micro, pequenas e médias empresas, promover a formalização do trabalho e a produtividade, que são um problema estrutural em nossa região, que ficou mais evidente com a pandemia ”, afirmou o executivo.

O diretor regional da OIT para América Latina e Caribe, Vinícius Carvalho Pinheiro, destacou a importância do acordo: "(Ele) permitirá às duas instituições aumentar sua capacidade de ação em um momento em que a região deve enfrentar uma crise de trabalho sem precedentes, que causou a perda de 34 milhões de empregos e evidenciou a necessidade de reduzir a informalidade e de tomar medidas concretas para poder caminhar rumo ao futuro do trabalho que desejamos ”.

A OIT e a CAF cooperarão reciprocamente em assuntos de interesse comum em suas esferas de competência e mandato e em seus respectivos programas de atividades para fortalecer a capacitação e a qualidade do emprego na América Latina e no Caribe. O CAF é um banco de desenvolvimento fundado em 1970 e formado por 19 países - 17 da América Latina e o Caribe, Espanha e Portugal- assim como por 14 bancos privados da região.

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
OIT
Organização Internacional do Trabalho